EGRÉGIO TRIBUNAL ELEITORAL MAÇÔNICO – ETEM

O Tribunal Eleitoral Maçônico tem a sua sede em Porto Alegre e sua Jurisdição abrange a do GORGS e é constituído por 7 (sete) juízes, número que poderá ser elevado por iniciativa do próprio Tribunal e com a deliberação da Assembleia Legislativa.

O Egrégio Tribunal Eleitoral Maçônico é dirigido por um Presidente, um Vice-Presidente e um Corregedor.

Da constituição do Tribunal Eleitoral Maçônico, um Juiz necessariamente deverá pertencer ao Tribunal de Justiça Maçônica, indicado por este, e os demais serão eleitos e nomeados com as mesmas formalidades previstas para aos juízes do Tribunal de Justiça.

As condições para candidatar-se ao cargo de Juiz Eleitoral são as mesmas exigidas para os juízes do Tribunal de Justiça.

X