Semana GORGS: O Delta e a comunicação moderna

. .

A Comunicação Social do GORGS é avant la letre, ou seja, vem de antes mesmo do termo começar a ser utilizado. A área da comunicação é considerada estratégica nos meios acadêmico, empresarial, político, pessoal e, claro, nas instituições maçônicas.

O GORGS, desde sua fundação, sempre se preocupou com a informação: como comunicar o que acontecia aos Maçons de toda a jurisdição? Houve sempre um cuidado, desde missivas, passando por comunicados, pranchas, até chegarem os boletins oficiais. Isso ainda no período entre o final do século XIX e o princípio do século XX. A principal premissa de qualquer departamento de comunicação social é respeitar a ética profissional e sempre disseminar a verdade. No caso do GORGS, somam-se aí os princípios maçônicos, que tornam a responsabilidade ainda maior.

O Grão-Mestre James de Oliveira Franco e Souza foi o responsável, em 1916, pela impressão da primeira edição da revista O Delta, tendo como seu primeiro editor-chefe o Irmão Paulo Diamico. Fazendo uma abordagem técnica dos fatos, com uma linguagem fraterna e voltada para a socialização entre os Maçons – e destes com a sociedade –, o GORGS atuava à frente do seu tempo, fazendo d’O Delta um indicador do que aspiravam os Maçons do princípio do século.

A partir de então, o processo evoluiu conforme avançava a tecnologia da informação, pois a necessidade do saber sempre existiu e a necessidade de comunicar-se é da natureza do homem. Já na era moderna, ao final da década de 1980, o GORGS passaria a utilizar sistemas informatizados de cadastramento de Obreiros, o que logo levou à criação, na década seguinte, de um web site, que passou a facilitar muito o acesso às comunicações oficiais e processos legais.

Em 2002, a revista O Delta voltou a ser editada, com roupagem moderna e tiragem que possibilitava sua leitura por todos os Maçons do GORGS. Alguns anos mais tarde, mais exatamente em 25 de outubro de 2010, era lançada a Rádio GORGS, a primeira do Estado e registrada na Associação Brasileira da Imprensa Maçônica – ABIM – com o número 001-RD, o que comprova seu pioneirismo. A GORGS TV, da mesma forma, abriu uma nova aba de registos na ABIM: registro nº 001-TV. As marcas são hoje amplamente reconhecidas na comunicação maçônica no Brasil.

Acompanhando a evolução tecnológica e as mudanças na forma como as pessoas passaram a comunicar-se na década de 2010, o GORGS apostou nas mídias sociais, que elevou o patamar de interatividade para níveis inatingíveis há poucos anos. As páginas do Facebook e do Twitter e o Whats App registram a história, comunicam e transmitem o dia a dia do GORGS para todos os Maçons e para a sociedade.

O antigo site foi transformado num Portal: uma única página onde é possível acessar a área restrita de publicações a assuntos legais, conhecer a história do GORGS, a galeria de Grão-Mestres, registros fotográficos, notícias, acessar a Rádio GORGS e acessar portais parceiros como COMAB e CMI. Além disso, o portal dá acesso a todos os ministérios e departamentos, entidades paramaçônicas, Piquete Fraternidade Gaúcha, Fundação São João, entres outros temas. Facilidade, agilidade e, principalmente, intercomunicabilidade.

A evolução da comunicação é um processo contínuo na humanidade. E o GORGS sempre está na vanguarda dessa área tão importante na vida de todos.

São 127 anos evoluindo e buscando aprimorar os processos, seguindo os preceitos e as leis maçônicas, levando a informação cada vez mais rápida e precisa para cada Maçom; esse é o maior desafio da comunicação e, sem dúvidas, o principal motivador.

Ministério da Educação Cultura e Comunicação Social e Ministério da Guarda dos Selos.

Produção: Irmão Rodrigo Reus e Renan da Silva Moraes, com colaboração do Irmão Francisco Munhoz Silveira.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *