Walter Boehl (1937 – 1938)

 

Teve atuação firme na era Vargas, especialmente no período do Estado Novo, que impingiu muitas dificuldades às atividades maçônicas.

Grão-Mestre Adjunto: Adalberto Pio Souto (1937 – 1938)

Walter Boehl