Projeto da FSJ é contemplado pelo Sicredi

. .

Fundo de Desenvolvimento Social do Banco Sicredi apoia anualmente projetos sociais. Fundação São João foi uma das entidades escolhidas em 2019

A Fundação São João de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência Social é o braço filantrópico da Maçonaria gaúcha. Suas atividades, entretanto, não ficam restritas aos Irmãos e seus familiares; ao contrário, é a mão fraterna da ordem maçônica que alcança os mais necessitados e auxilia na construção de uma sociedade melhor.

Um exemplo dessa participação efetiva na vida dos cidadãos é o trabalho realizado desde 2018 na escola de ensino fundamental Nehyta Martins Ramos. Localizada no Bairro Belém Novo, em Porto Alegre, conta com 350 alunos, 10 % deles portadores de necessidades especiais. A FSJ viabilizou o atendimento na área de psicologia, proporcionando melhor qualidade nas interações das crianças e/ou adolescentes dentro de suas famílias e da sociedade, além de suporte aos profissionais da educação que lá atuam. A partir daí, conhecendo as principais dificuldades enfrentadas, a entidade passou a trabalhar para pelo menos amenizar a vulnerabilidade vivida naquele ambiente.

Um dos projetos apresentados foi a construção de uma praça com brinquedos para que as crianças pudessem socializar, em momentos de lazer, num ambiente saudável. Uma medida muito importante dentro e fora da escola, como explica a assistente social da FSJ Rogéria Pazini: “Este era um sonho daqueles que lá trabalham e, por consequência, uma demanda desejada para a Fundação São João. Sabe-se que o fortalecimento dos alunos dentro do ambiente escolar reverbera portões afora, através de uma melhor convivência familiar e comunitária”, afirma.

O presidente da Fundação São João Paulo Renato Novo Moreira lembra que ainda no início de 2019, abriu conversações para busca de recursos junto ao Fundo de Desenvolvimento Social do Banco Sicredi, entidade que apoia projetos sociais comprovadamente adequados às necessidades, de acordo com critérios puramente técnicos. “Identificamos ali a possibilidade de viabilizar nosso sonho! Através de aporte técnico do serviço social da Fundação foi realizada a elaboração do projeto a ser apresentado de acordo com as orientações técnicas do Fundo de Desenvolvimento Social do Sicredi, dentro das normas e prazos previstos”, revela o presidente.

O resultado não poderia ser outro: nesta semana, a FSJ foi comunicada que seu projeto está entre os aprovados. A informação chegou ao gabinete da presidência há poucos dias e já mobiliza os setores responsáveis para a imediata execução, tão logo os trâmites legais sejam realizados. “Foi com muita alegria que soubemos que nosso projeto foi contemplado. Ainda no ano de 2019 teremos o prazer de ver o sorriso estampado nas crianças, familiares e funcionários daquela escola”, comemorou o Irmão Paulo Moreira. Já a assistente social Rogéria Pazini enfatizou o papel fundamental dos investimentos em educação: “Estamos contribuindo para a construção de uma sociedade melhor”, definiu.

Fotos: Acervo digital FSJ e Piquete Fraternidade Gaúcha – eventos e arrecadações realizados na escola Nehyta Martins Ramos

FSJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *