Blitz da Saúde da FSJ em Porto Alegre

. .

Até o dia 2 de agosto a Fundação São João atenderá Maçons para medição de pressão arterial e glicemia no Palácio Maçônico e no Centro Templário do GORGS

Você já conhece a Fundação São João? Clique aqui, conheça todos os serviços e saiba como realizar doações.

Prevenir é melhor do que remediar. Este é um dos ditados mais populares do Brasil e resume uma verdade incontestável: ao observar um problema no seu início ou antes de ser afetado, é mais fácil saná-lo.

Pois a Fundação São João – FSJ – braço filantrópico do GORGS, realiza, rotineiramente, ações para auxiliar os maçons no diagnóstico precoce de alterações na pressão arterial e glicemia (nível de açúcar no sangue).

Muitos irmãos não visitam o médico, entre outros motivos, por falta de tempo ou por não ter um plano de saúde. Desta forma, doenças silenciosas (que não apresentam sintomas aparentes) podem se desenvolver e, quando descobertas, já estarem em estado avançado.

É o caso da diabetes. O ministério da Saúde estima que cerca de 10% dos brasileiros vivam com a doença. São mais de 60mil mortes por ano no país, além de um número alarmante de amputações de membros inferiores (70% dos casos relaciona-se com o diabetes), ainda segundo números do ministério. Os especialistas garantem que quando há um diagnóstico precoce é possível inclusive reverter a doença, através de bons hábitos alimentares e a prática de atividades físicas.

No caso da pressão arterial os índices assustam ainda mais: 25% da população sofre com alguma disfunção, número que beira os 50% na população acima de 60 anos. Doenças como infarto (40% dos casos), derrame (80%) e insuficiência renal terminal (25%) são decorrentes diretas de problemas de pressão arterial. Como normalmente as alterações na pressão também são assintomáticas é normal chegar ao diagnóstico somente quando algum problema mais sério ocorre. Atitudes simples como se exercitar diariamente, não fumar e não consumir álcool, aliados a uma alimentação regrada e saudável podem evitar problemas sérios que levam à morte.

Em ambos os casos, a medição rotineira pode ajudar a descobrir e controlar essas doenças. A Fundação São João faz a sua parte, colaborando com os maçons para que cuidem da saúde e vivam melhor. Nos estandes montados no Palácio Maçônico (Jerônimo Coelho, 116, Porto Alegre – até o dia 26/7) e no centro Templário (Aureliano de Figueiredo Pinto, 945, Porto Alegre – de 29/7 a 2/8) além de saber com exatidão a pressão e a glicemia, os irmãos recebem orientações para tratamento das profissionais de enfermagem e, se necessário, são encaminhados para médicos especialistas na própria Fundação São João.

Você já conhece a Fundação São João? Clique aqui, conheça todos os serviços e saiba como realizar doações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *