Nos 200 anos da Maçonaria peruana, o reconhecimento do GORGS

. .

Durante as festividades dos 200 anos da Maçonaria simbólica peruana, em evento ocorrido entre os dias 20 e 23 de julho, o Grande Oriente do Rio Grande do Sul celebrou a assinatura de mais um reconhecimento internacional, desta vez, da Gran Logia del Perú (Grande Loja do Peru). O ato foi realizado na cidade de Lima, a capital do país, pelo Grão-Mestre Tadeu Pedro Drago e o ministro das Relações Exteriores, Fúlvio Delavi, por parte do GORGS, e pelo Grão-Mestre César Bazán Nevada e o grande chanceler Carlos Enrique Velasquez López, pela Potência peruana. O Presidente da Confederação Maçônica Interamericana e Grão-Mestre da Grande Loja da Espanha Oscar Alfonso Ortega, juntamente com o Grão Mestre da Gran Logia Equinoccial del Ecuador Jorge Díaz Delgado, chancelaram o documento na qualidade de testemunhas.

Lima é a terceira maior cidade da América Latina, com 10 milhões de habitantes, atrás apenas de São Paulo e da Cidade do México. A educação também é tradição na cidade: a Universidade Nacional de San Marcos foi fundada em 1551 e é a mais antiga em funcionamento contínuo no novo mundo. Situada às margens do oceano Pacífico, abriga um terço da população do país andino.

Os 200 da Maçonaria simbólica no Peru se devem ao bicentenário da Loja “Paz y Perfecta Unión” nº 1, mais antiga que a própria Grande Loja.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *