Livramento celebra 115 anos da “Saldanha Marinho”

. .

Uma cerimônia internacional na Fronteira da Paz, com a presença de Maçons brasileiros e uruguaios, cunhadas, sobrinhos e autoridades civis, marcou a comemoração dos 115 anos de fundação da Loja “Saldanha Marinho” nº 234, em Santana do Livramento. O evento teve lugar no Clube Caixeiral, no centro da cidade, e foi seguido de um grandioso jantar-baile. Mais de 160 convidados abrilhantaram a sessão pública.

O Venerável-Mestre Lauro Binsfeld conduziu os trabalhos, que contou com a presença do Grão-Mestre Tadeu Pedro Drago, do Grão-Mestre Adjunto Osleno dos Santos Heberlê, e comitiva. Ministros, Juízes, Deputados, Delegados Regionais e representantes de diversas Lojas se fizeram presentes. A vice-prefeita de Santana do Livramento, Mari Elisabeth Trindade Machado, representou o executivo municipal na sessão pública. O prefeito Solimar Charopen Gonçalves se fez presente no jantar-baile, acompanhado da primeira-dama Marcia Gonçalves da Costa.

A Loja, que tem como título distintivo A. R. Grande Benemérita, Mui Excelsa e Centenária L.S. “Saldanha Marinho” – A Fraterna – é uma referência na Maçonaria gaúcha. Um breve resumo de sua história foi contado pelo Irmão João Hallex Har Rolim, 1º Vigilante, que resgatou diversos pontos desde as Lojas antecessoras na região, os grandes vultos que por ali passaram, as realizações Maçônicas, as ações na sociedade, a criação de novas Lojas e o apoio às entidades paramaçônicas. Lembrou da tradição da Lojas em bem receber os visitantes vindos de todo o estado, do país e do mundo, o que lhe concedeu a qualificação de “A Fraterna”.

Na sequência, uma grande homenagem. Mimos foram entregues pelo Venerável-Mestre a cada representante de Lojas e dos poderes do GORGS. Foram agraciados o Grão-Mestre, os representantes do Tribunal de Justiça, do Tribunal Eleitoral e da PALM, e a vice-prefeita de Santana do Livramento. As Lojas homenageadas foram: “Monte Horeb” nº 505 (GORGS), “Caridade Santanense” n° 2 e “Fronteira da Paz” nº 247 (GLMERGS), todas de Santana do Livramento; “Acácia do Ibicui” nº 377, de Manoel Viana; “América Latina” nº 414, de Quaraí; “Amizade” nº 142, de Bagé; “Caridade Rosariense” nº 175, de Rosário do Sul; “Vigilância e Fé” nº 369, de São Borja; “José de Arimathéa” nº 215 e “República de França” nº 326, de Porto Alegre (todas do GORGS); “Estrela do Sul” nº 84, de Bagé (GOB-RS); “Union y Fraternidad Riverense”, “Sendas” e “Solidariedad Universal”, de Rivera, e “Acácia”, de Taquarembó, jurisdicionadas à Grande Loja do Uruguai. Homenageados ainda o bethel Ísis nº 6 das Filhas de Jó e o capitulo Santana do Livramento da Ordem DeMolay.

O Grão-Mestre usou a palavra para parabenizar a Loja, especialmente o trabalho junto às cunhadas e sobrinhas. “A família não é só a base do homem; a família é fundamental para o desenvolvimento do homem/maçom e, por consequência, da própria Maçonaria”, exortou. Ao entregar placa comemorativa do aniversário ao Venerável-Mestre, celebrou o trabalho maçônico em Livramento, dignificado pela atuação exemplar dos Obreiros da Loja “Saldanha Marinho”. E conclamou aos Maçons para que atendam ao pedido do prefeito municipal e auxiliem a administração nas iniciativas que beneficiem a comunidade.

Já o Orador Nery de Oliveira Savi recordou o pensamento de grandes homens na história como Voltaire, Abraham Lincoln e Joaquim Saldanha Marinho, para embasar sua definição de Maçonaria como “(…) uma associação de homens esclarecidos e virtuosos, cujo fim é viver em perfeita igualdade. É um sistema de moral velado por alegorias e ilustrado por símbolos”. Ainda segundo o Orador, a série de títulos, honrarias e distinções refletem a grande obra material e espiritual da Loja em seus 115 anos de existência.

Após a cerimônia, foi oferecido um grande jantar-baile. Na oportunidade, o prefeito Solimar Charopen conversou com o Grão-Mestre Tadeu Drago, ratificando o pedido aos Maçons para colaborarem com sua administração. Revelou, inclusive, em entrevista à Rádio GORGS, que convidará as Lojas da cidade para participarem da gestão da saúde no município. A alegria contagiante dos Maçons e familiares presentes imperou até a madrugada, marcando de forma indelével a data tão marcante para a Maçonaria gaúcha.

Fotos: Rodrigo Reus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *