Troca de Comando na Brigada Militar

. .

Foi realizada hoje na Academia da Brigada Militar, a troca de comando da corporação responsável pelo patrulhamento ostensivo no Rio Grande do Sul, que completará 180 anos no mês de Outubro. O Coronel Alfeu Freitas Moreira, passou o cargo para o Coronel Andreis Silvio Dal’Lago, que já era o Subcomandante da Brigada Militar e responsável pela parte operacional, agora assume a parte administrativa, com a missão de melhorar a segurança pública no estado que vive uma difícil situação econômica. Na cerimônia  esteve representando o Grão-Mestre Tadeu Pedro Drago, o Irmão Armênio Oliveira Santos. O evento contou com a cobertura da Rádio GORGS.

Em seu discurso de posse, na presença do Governador do Estado, José Ivo Sartori, do Secretário Estadual de Segurança, Cezar Schirmer e demais autoridades representando o Poder Legislativo, Executivo e Judiciário, além do alto comando da Brigada Militar e das Forças Armadas Brasileiras, o novo Comandante falou que irá focar sua gestão em três pontos: Gestão e metodologia, com foco em metas e reestruturação da instituição; Tecnologia em comunicação e controle, citando a troca da banda analógica por digital dos rádios da Brigada Militar e ainda a necessidade do aumento do sistema de vídeo-monitoramento; Integração e parceria, com a colaboração da Polícia Civil, Polícia Federal, Polícias de outros estados, Polícias internacionais e das Forças Armadas, com foco principal no controle de fronteiras dos três estados do Sul para o combate ao tráfico de drogas e armas.

O Secretário Cezar Schirmer, em discurso forte, lamentou a saída compulsória, prevista em lei, do Coronel Alfeu Freitas Moreira, nas palavras do Secretário de Segurança “no auge de sua experiência”, mas destacando a carreira do novo Comandante e a esperança e a promessa de que o ano de 2017 será o ano da virada na segurança pública no Rio Grande Do Sul.

Já o Governador do Estado, José Ivo Sartori, salientou em seu discurso, que a única secretaria que teve aumento em seus recursos foi a secretaria de segurança, com incremento de 20% em seu orçamento. Sartori ainda citou o acordo com o Governo Federal para o adiamento do pagamento da dívida em 36 meses, que já está em fase final de costura, e que isso dará um fôlego ao estado para tentar cumprir seus compromissos.

Fotos: Rafael Passos e Peter Lenhart

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *