Parceria renovada

. .

Fundação São João e Fundação de Proteção Especial assinam convênio que estende prazo para atendimentos de menores desamparados.

Nesta terça-feira (20), a Fundação São João de Ensino, Pesquisa e Assistência Social, mantida pelo Grande Oriente do Rio Grande do Sul (GORGS), e a Fundação de Proteção Especial (FPE), vinculada à Secretaria do Trabalho e do Desenvolvimento Social (STDS) assinaram Termo de Cooperação Técnica. A FSJ atende crianças e adolescentes que vivem em situação de acolhimento institucional, nas especialidades de psicologia, psiquiatria, fonoaudiologia, otorrinolaringologia e oftalmologia. Ao todo, são 65 atendimentos mensais, em média, em cada especialidade, além do fornecimento de medicação para os que necessitam de tratamento.

O acordo de cooperação foi assinado pelo Grão-Mestre, Tadeu Pedro Drago, pelo Secretário do Trabalho e do Desenvolvimento Social, Catarina Paladini, pelo presidente da Fundação São João, Paulo Moreira, e pela diretora técnica da FPE, Maria do Carmo Furquim. O convênio entre as duas instituições se estenderá até dezembro de 2018.

O presidente da Fundação São João, Paulo Moreira, destacou que durante o ano de 2016 foram mais de dois mil atendimentos prestados aos abrigados da Fundação de Proteção Especial. “Mas os números nos servem apenas para as questões burocráticas da nossa gestão. O que nos importa mesmo, o que tem significado para o nosso trabalho, é o contexto social que isso representa. Através dessa ação, podemos qualificar a vida de crianças e adolescentes e torná-las um pouco mais felizes, honrando o avental que vestimos”, afirmou.

Para o Secretário Catarina Paladini, a parceria entre a FPE e a FSJ garante aos meninos e meninas acolhidos atendimento especializado na área da saúde, com a qualidade e a agilidade necessárias a todo cidadão. “O momento que estamos vivendo exige atitudes pontuais. O Estado não está conseguindo dar conta de suas atribuições. E a Maçonaria, como conta a sua história, vem novamente intervir pelo avanço do nosso Estado. E justamente na área em que mais precisamos, a ação social. Só posso ser grato pelo trabalho e o esforço dispensado por todos vocês”, agradeceu.

No encerramento da cerimônia realizada na sede da Fundação São João, rua Lima e Silva nº 925, falou o Grão-Mestre Tadeu Drago saudou o secretário Paladini: “Secretário o senhor sempre será bem vindo à Maçonaria. Como sempre tenho afirmado, nós não esquecemos aqueles que colaboram com a Maçonaria em sua obra junto aos mais necessitados e desamparados. Temos a certeza absoluta que a assinatura deste convênio foi mais um passo importante para a continuidade da missão  social da nossa Ordem, da nossa Potência Maçônica”. Concluindo seu pronunciamento, o Grão-Mestre ainda destacou: “Agradeço o trabalho importante que a sua Secretaria realizou oportunizando à Maçonaria e à Fundação São João a continuidade do atendimento às crianças e adolescentes mais necessitados”.

Fotos: Peter Lenhart e Rodrigo Reus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *