MINISTÉRIOS

Os Ministérios são órgãos auxiliares do Executivo e funcionam de forma autônoma. Seus titulares e adjuntos estão ligados diretamente ao Grão-Mestrado e são de livre nomeação e substituição pelo Grão-Mestre. Podem ser subdivididos em setores de acordo com a necessidade do serviço e no interesse dos mesmos.

Ministério das Finanças

Ao Ministério das Finanças compete gerir as finanças da Instituição. Ministro titular e adjunto deverão ter conhecimento técnico na área.

Ministro: João Alberto Rebello e Silva
Tesoureiro: Poty Odilon Barcellos Berny
Contador: Luiz Antônio Rosson
Auxiliar Contábil Paulo Sérgio Almeida Paula
Auxiliar Administrativo: Alexandre Berny
Auxiliar Financeiro: Eliane Gafforelli da Rocha

Atribuições do Ministério:

• Controle de receitas e despesas gerais e controlar o recebimento das receitas e das despesas de competência das Lojas e Triângulos.
• Apresentar, mensalmente, balancete para exame da Comissão de Orçamento e Finanças e para aprovação do Ilustre Conselho.
• Remeter para publicação no Informativo Quinzenal o balancete mensal aprovado pelo Ilustre Conselho.
• Apresentar, anualmente, ao Ilustre Conselho, o movimento do exercício anterior, acompanhado do balanço geral, com respectivo parecer e competente Relatório das Atividades, que será encaminhado pelo, Grão-Mestre, à Assembleia Legislativa Maçônica, acompanhado dos 12 (doze) balancetes mensais.
• Manter e controlar a venda de alfaias, rituais, livros maçônicos e todo e qualquer material para suprir as necessidades das Lojas, Triângulos e Maçons.
• Ter sob sua responsabilidade os bens numerários e financeiros, devidamente escriturados, respondendo administrativa, civil e criminalmente, como fiel depositário.
• Elaborar a Proposta Orçamentária anual do GORGS, com as informações de cada Órgão gerador de despesa e receita, e submetê-la à apreciação do Ilustre Conselho.
• São de responsabilidade do Ministério das Finanças os setores de Contabilidade, Tesouraria, Aprovisionamento e Vendas.